SIGA O JUSCELINO NAS REDES  
  
  
  
  
Home > Vida Saudável > Brasileiros estão consumindo mais frutas, hortaliças e feijão na pandemia, aponta estudo

Brasileiros estão consumindo mais frutas, hortaliças e feijão na pandemia, aponta estudo

Os brasileiros estão comendo mais alimentos in natura durante a pandemia da Covid-19. É o que diz o Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (USP), que iniciou em janeiro de 2020 um dos maiores estudos em alimentação e saúde do país, o Estudo NutriNet Brasil.

A pesquisa, feita com 10 mil pessoas em todo Brasil, mostra um aumento no consumo de alimentos saudáveis, como hortaliças, frutas e feijão, de 40,2% para 44,6% durante a pandemia. Entretanto, também ocorreu aumento de alimentos ultraprocessados nas regiões Norte e Nordeste e entre pessoas de escolaridade mais baixa.

Para análise, os pesquisadores aplicaram um questionário alimentar em janeiro e fevereiro (antes da pandemia) e maio (durante a pandemia). Os voluntários responderam perguntas sobre os hábitos alimentares.

De acordo com o coordenador do NutriNet Brasil Carlos Monteiro, a mudança pode ser explicada por causa da mudança na rotina durante a pandemia. As pessoas estão mais tempo em casa e, por isso, cozinhando mais. “Além disso, uma eventual preocupação em melhorar a alimentação e, consequentemente, as defesas imunológicas do organismo poderiam ser consideradas”, diz Monteiro.

Para participar do estudo, é preciso residir no Brasil e ter idade mínima de 18 anos e acesso à internet. A participação é voluntária. Veja como se inscrever. Serão acompanhadas 200 mil pessoas em todo o território brasileiro, por 10 anos.

A inscrição para participar da pesquisa deve ser feita no site da Nutrinet Brasil aqui.

Por G1

Você pode gostar também de
‘Batida que pulsa o coração’: Com mais de 40 anos de trajetória, Olodum faz live de carnaval e trabalhos sociais na pandemia
Edição online da Mostra de Tiradentes debate cinema e pandemia
Menos estresse e mais fôlego: ganhos de quem passou a pedalar na pandemia
De onde vem o que eu como: café é a 2ª bebida mais consumida no país e interesse por métodos de preparo cresceu na pandemia

Deixe o seu comentário